Restituição do IRPF 2018 – Consulta ao 6º Lote




Receita Federal libera consulta ao 6º lote de restituição do Imposto de Renda 2018.

Na próxima sexta-feira, dia 9 de novembro, será liberado a partir das 9h, pela Receita Federal, a consulta do penúltimo e sexto lote das restituições referentes ao Imposto de Renda do ano de 2018. É importante lembrar que também compõe o lote as restituições de 2008 até 2017, uma vez que essas haviam caído em malha fina e, após, foram regularizadas.

Quer saber como fazer para realizar a consulta? Então fique ligado que nós te damos todos os detalhes. Vamos a eles.


Como consultar o 6º lote?

Quem quiser fazer uma consulta ao 6º lote da restituição do imposto de renda e saber se a sua declaração foi liberada, precisa acessar o portal da Receita no endereço eletrônico http://www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/ATRJO/ConsRest/Atual.app/paginas/index.asp. Também está liberado para o contribuinte o telefone “Receitafone”, disponível no número 146.

Quando será feito o pagamento?

Os 1.142.680 contribuintes totalizam um valor superior a R$ 1,9 bilhão. As restituições terão o seu pagamento já a partir deste mês de novembro, na data fixada em 16. Vale ressaltar que o dinheiro será entregue por meio de depósito na conta bancária que for indicada pelo beneficiado no momento da declaração.

Conforme informações da Receita, de todo o total de contribuintes que recebem o seu valor nesse lote, são considerados idosos com idade acima de 80 anos um total de 4.554 pessoas. Ainda, 35.235 outros tem a idade entre 60 e 79 anos.


Outros números apontam que 18.750 possuem a sua maior fonte de renda no magistério e, ainda, 4.750 pessoas possuem também algum tipo de deficiência, seja mental ou física, ou doença grave.

O valor entregue tem a sua correção feita pelo Sistema Especial de Liquidação e de Custódia, o Selic, baseado na taxa básica de juros. Assim que o mesmo cai na conta do contribuinte, não é feita nenhuma atualização do mesmo. A correção realizada pela Selic vai de 4,16% no que corresponde ao ano de 2018 e chega a 106,28%, que corresponde ao ano de 2008.

Não fizeram o pagamento. E agora?

Em caso do valor não ser creditado na conta do contribuinte, é possível que esse faça o contato pessoal em uma das agências do Banco do Brasil. Ainda, é possível resolver os problemas em uma Central de Atendimento, pelo telefone 4004-0001 (para capitais dos Estados), 0800-729-0001 (para as demais localidades) e, também, pelo 0800-729-0088 (telefone disponibilizado especialmente e para uso exclusivo de deficientes auditivos).

Próximos lotes da Restituição do Imposto de Renda 2018

Durante o ano de 2018, a restituição do imposto de renda foi dividido em um total de sete lotes. Com início no mês de junho, os restantes serão liberados até dezembro.

Sendo assim, para os que ainda não tiveram o seu valor liberado, é preciso ficar ligado. O sétimo e último lote terá a sua liberação no dia 17 de dezembro de 2018.

Sobre a “Malha Fina”

No mês de outubro, aproximadamente 383 mil contribuintes foram notificados através de cartas que caíram na malha fina de 2018. Os débitos cobrados são no valor de R$ 300 milhões. Um dos motivos principais apontados nos últimos anos para tal fato é a omissão dos rendimentos, seguido essa pela inconsistência em declaração com despesas médicas.

Para saber se você está na malha fina, basta acessar o seu extrato do imposto de renda, diretamente no site da Receita Federal no Centro Virtual de Atendimento, o e-CAC. É importante saber que, para acessar esse extrato, é preciso utilizar o seu código de acesso que é gerado por um certificado digital com emissão por autoridade já habilitada ou pela própria página da Receita.

Após a verificação, o contribuinte pode enviar declaração retificadora. Assim que a situação for resolvida, esse sai da malha fina e, em caso de verificação de direito, terá a sua restituição incluída em lotes residuais referentes ao IR.

Kellen Kunz

Postar Comentário