Aplicativo permite preencher a declaração do IR 2015

Em março inicia a entrega da declaração do Imposto de Renda 2015 (ano-base 2014), porém, embora os critérios deste ainda não tenham sido anunciados pelo governo, é possível antecipar algumas ações para evitar correrias na hora de preencher o documento. Deverá fazer a declaração os contribuintes que tiverem recebido em 2014 renda tributável acima de R$ 26.816,55.

Em novembro, a Receita Federal disponibilizou um aplicativo que permite preencher a declaração do IR 2015 em forma de rascunho. Assim é possível acrescentar as informações que o contribuinte já possui, mesmo antes de março. Ele pode ser acessado clicando aqui. Essa é uma excelente estratégia para quem fará a declaração pela primeira vez, qualquer dúvida poderá ser sanada com antecedência, com auxílio de um especialista ou pela internet.

Se você está em dúvida sobre o modelo mais vantajoso – completo ou simplificado, é possível verificar no aplicativo da receita, no quadro “opção”, localizado no canto esquerdo, qual será o valor restituído ou a pagar.

Especialistas aconselham aos contribuintes que não possuam muitas despesas optar pelo modelo simplificado, com ele haverá desconto único de 20% em cima dos rendimentos tributáveis.

Características do aplicativo:

– Ele permite resgatar a declaração realizada no ano anterior, contendo todos os dados que foram preenchidos.

– Com ele é possível identificar pendências, bem como resgatar uma cópia.

– Com a possibilidade de realizar comparativos, ao resgatar os documentos, fica mais fácil identificar as mudanças ocorridas nas despesas, bens e fontes pagadoras.

Informações para coletar antecipadamente:

– Se você for fazer a declaração completa, junte todos os comprovantes de despesas e informe os valores corretos – entre eles estão os gastos com educação, saúde, que podem ser solicitados para comprovação junto à Receita Federal.

– No caso da venda de imóvel é preciso que o contribuinte informe os lucros obtidos (por quanto foi adquirido – sem correção) e quanto lucrou com a venda.

– Lembre-se de solicitar às fontes pagadoras os informes de rendimentos. Elas são obrigadas a fornecer até o fim do mês de fevereiro. O informe dos bancos é possível obter pelo internet banking, nos caixas eletrônicos ou na própria agência bancária. 

Por Rafaela Fusieger

Foto: Divulgação

Compartilhe

Posts Recentes

Restituição do Imposto de Renda 2023 – 3º Lote

Restituição começa a ser paga neste 31 de julho. Recentemente, a Receita Federal do Brasil… Leia Mais

Confira as Novas Regras para o Imposto de Renda 2023

As novas regras para o Imposto de Renda 2023 foram anunciadas pela Receita Federal e… Leia Mais

Imposto de Renda 2023 – Tabela, Faixas, Alíquotas, Como Calcular

A Receita Federal divulgou recentemente detalhes sobre a Declaração do Imposto de Renda 2023 (IRPF… Leia Mais

As diferenças entre IRPF e IRPJ

Ano novo, carnaval e páscoa - logo após um início eufórico rapidamente vêm as responsabilidades… Leia Mais

Alterações tributárias para o Imposto de Renda 2023

Com a chegada do final do ano, algumas possíveis mudanças que poderão ser feitas no… Leia Mais

Isenção de IR para investidor estrangeiro pode ser aprovada este ano

Governo quer isentar o pagamento do Imposto de Renda de investidor estrangeiro que comprar Títulos… Leia Mais